GM do Brasil

A General Motors comemorou no dia 26 de janeiro de 2015, 90 anos de atividades no Brasil e a produção de 14,5 milhões de veículos, que simbolizam um marco relevante tanto para o setor automotivo como para o toda a indústria nacional.

O momento coincide ainda com o início da execução do maior plano de investimento anunciado pela empresa no país para um quinquênio: R$ 6,5 bilhões.

O montante será aplicado no desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, na renovação dos atuais produtos e no desenvolvimento de tecnologias relacionadas à eficiência energética e conectividade –segmento no qual a GM é referência com os carros da marca Chevrolet.

O Brasil, aliás, é o terceiro maior mercado da empresa no mundo, depois de China e Estados Unidos. Em 2014, foram emplacados aproximadamente 580 mil automóveis Chevrolet no país, colaborando para que a marca se tornasse, pelo segundo ano consecutivo, líder absoluta no segmento de varejo. Os produtos de maior destaque no período foram o Onix e o Prisma, que bateram recordes de vendas.

A Chevrolet completou nove décadas de operação com a mais completa linha de automóveis do país. Ao todo são 14 modelos dos mais variados segmentos, do sedã compacto Classic 1.0, o mais acessível da gama, até o superesportivo Camaro SS V8, o mais potente, com 406 cavalos. A picape S10 é o veículo com maior número de configurações: são 133 combinações, entre versões de acabamento, tipo de carroceria, motorização e cor externa.

Desde a montagem do primeiro Chevrolet em um galpão no bairro paulistano do Ipiranga, em 1925, até o início de janeiro de 2015, 14,5 milhões de veículos GM foram produzidos no país. Isso representa aproximadamente um quarto do montante total de automóveis feitos localmente.

No Brasil, a companhia tem três Complexos Industriais que produzem veículos em São Caetano do Sul e em São José dos Campos, ambos em São Paulo, além de Gravataí (RS). Conta ainda com unidades em Joinville (produção de motores e cabeçotes de alumínio), Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados), Sorocaba (Centro Logístico Chevrolet) e Indaiatuba (Campo de Provas), todas em SP, além de um Centro Tecnológico, em São Caetano do Sul (SP), com capacidade para desenvolvimento completo de novos veículos. A subsidiária brasileira é um dos quatro centros mundiais na criação e desenvolvimento de veículos.